quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Petição em favor da Feira do Ibirapuera



A Família Orgânica junto com a Associação de Agricultura Natural de Campinas e outras associações do segmento, está planejamento há 8 meses a instalação de uma Feira de Produtos Orgânicos no Parque Ibirapuera, SP.
Hoje temos uma reunião com o Conselho do Parque e precisamos de sua assinatura para a aprovação final.

Já foram feitos muitos investimentos e temos a certeza que o Paulistano merece essa iniciativa.
Assine essa petição e encaminhe aos amigos.

O mundo orgânico agradece.

Um abraço.
Pupin

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Enquanto isso, aqui na roça....

Enquanto isso, aqui na roça..., você lembra daquele trigo que colhemos no mês de agosto?
Separamos os grãos da palha e estamos comercializando e consumindo-o germinado e através das farinhas.
O interessante, é que seu ciclo produtivo não parou por aí: toda a palhada está indo para o galinheiro e está fazendo a festa das galinhas caipiras.
Em troca, elas nos ajudam com o esterco para horta e com ovos mais saudáveis para a mesa.

É o ciclo da vida que acontece nas propriedades orgânicas, como no Sítio do Monte, em Morungaba:
1) o trigo, plantado num solo vivo e sem veneno, alimenta os humanos e a própria terra;
2) sua palhada sacia as galinhas e serve de aconchego nos ninhos;
3) a cama dos frangos incrementa a compostagem e aduba os canteiros das hortaliças;
4) ovos mais saudáveis são consumidos e suas cascas também vão para a terra;
5) as hortaliças, agora com as propriedades minerais, vegetal e animal, completam nossa alimentação;
Com as sobras recomeçamos o ciclo da vida e está novamente em ação a dinâmica de um organismo vivo. Com isso, temos os produtos orgânicos que chegam até você!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

MANIFESTO EM PROL DA FEIRA DO IBIRAPUERA

Carta de apoio à criação da Feira da Agricultura Limpa e de Produtos Orgânicos no Viveiro Manequinho Lopes


Há muitos anos o movimento de agricultura orgânica de São Paulo sonha realizar uma feira dentro do Parque Ibirapuera (e em muitos outros parques do município).
Neste ano por uma feliz coincidência, isso foi possível.
A agricultura orgânica, agroecológica, biodinâmica, natural, limpa, sem veneno, ou seja, a agricultura com cuidado ao ambiente e respeito ao agricultor vem ganhando cada vez mais espaço na mídia e na consciência das pessoas, principalmente em relação à saúde e ao meio ambiente.
Cada vez mais as pessoas procuram e encontram alimentos saudáveis, seja em cestas entregues em casa, em supermercados ou nas poucas feiras especializadas existentes atualmente no município da maior capital do país.
Hoje há uma demanda muito maior do que a oferta de produtos orgânicos (embora existam muitos agricultores que não conseguem espaços para comercializar diretamente sua produção) e por diversos motivos eles são em geral mais caros, e acessíveis apenas a uma pequena parte da população. Às vezes temos a impressão de que se alimentar bem só é possível quando se tem muito dinheiro.
Diversos estudos e a percepção dos consumidores já confirmaram que o preço dos alimentos orgânicos nas feiras de produtores são mais baixos, e em muitos casos bem próximos ao preço de produtos convencionais. Numa pesquisa realizada pelo IDEC no ano passado constatou-se que a diferença entre o preço dos orgânicos em supermercados chegou a ser até 463% maior do que nas feiras de produtos orgânicos.
O paulistano adora feiras livres. E o paulistano que consome produtos orgânicos faz das idas às feiras um evento social. As feiras orgânicas são espaços de troca de informações, de convívio social e de relações afetivas entre agricultores/feirantes e os consumidores.
Quando se pensou em criar a Feira junto ao Parque Ibirapuera, o objetivo era oferecer um espaço de convívio, com barracas de lanche e café orgânico e uma opção mais acessível de produtos saudáveis, tanto para os consumidores como para os agricultores, aliado a um espaço de troca de informações sobre agroecologia. Atualmente existem feiras em diversos parques municipais de vários municípios do país, como Curitiba e Rio de Janeiro, entre outros. Em São Paulo, temos a Feira da AAO no Parque Estadual da Água Branca há 21 anos e no Parque Municipal Burle Marx há mais de 1 ano, e agora se iniciará uma no Parque Municipal do Carmo. Essas feiras têm demonstrado total sinergia em oferecer acesso a uma alimentação saudável em um espaço de lazer, cultura e atividade física.
Finalmente, neste ano (2012), todas as instituições que assinam esta carta (AAO – Associação de Agricultura Orgânica, ABD – Associação Biodinâmica, ANC - Associação Natural de Campinas, MOA International do Brasil, Instituto Kairós e Slow Food) com apoio da ABAST - Supervisão Geral de Abastecimento (órgão da prefeitura que cuida das feiras livres e mercados) e a SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (órgão que cuida dos parques municipais) se uniram para organizar e viabilizar a Feira. Ao todo foram mais de 8 meses de planejamento e ações para fazer tudo da melhor forma possível.
Depois de meses de planejamento e organização, no dia 02/08/12, a proposta da Feira foi apresentada ao anterior Conselho Gestor do Parque Ibirapuera, que por falta de quorum não quiseram votar a aprovação. O local escolhido inicialmente (marcenaria) foi questionado por algumas pessoas, mas no geral a ideia de criação da feira agradou os presentes. 
Buscando uma sensibilização maior para a questão, todos os conselheiros foram convidados a visitar 3 feiras orgânicas: a Feira Biodinâmica na Rua São Benedito  e as feiras do Parque Burle Marx (de produtores de Parelheiros) e a do Parque da Água Branca (da AAO). Nenhum dos conselheiros compareceu.   
Como o Conselho do Parque estava em período eleitoral, a fim de construir uma saída sem gerar conflitos, e a tempo de conseguir um local para a Feira antes do final do ano, buscamos uma área que não está sob a atuação do Conselho, o Viveiro Manequinho Lopes. Este espaço, ainda que dentro do Parque Ibirapuera, está sob a administração direta da SVMA, e tem uma entrada independente e com pouco movimento aos sábados, dia escolhido para a feira. O local foi aprovado pela SVMA e ABAST. Demos então prosseguimento à criação da Feira, convidamos mais de 200 pequenos agricultores familiares para fazer uma feira de excelência, com a maior diversidade de produtos possível. Os agricultores gastaram mais de R$ 30.000,00 em barracas novas e padronizadas, aventais, camisetas etc.
Por fim, a pouco mais de uma semana da inauguração da Feira (dia 20 de outubro) algumas pessoas se posicionaram contrariamente, e sua realização foi adiada até que uma reunião com o novo Conselho seja realizada.
Aguardamos a realização desta reunião, na qual queremos expor que a Feira de Agricultura Limpa e de Produtos Orgânicos no Viveiro Manequinho Lopes, assim como outras que poderão ser criadas nos parques municipais, possibilitará a criação de diversos novos pontos de comercialização para pequenos e médios agricultores agroecológicos, ajudará a difundir e popularizar produtos saudáveis e criará mais espaços de convívio e aproximação do universo rural e urbano, consolidando uma política pública de apoio à agricultura e de abastecimento descentralizado de produtos orgânicos. Enfim, transformará o Parque Ibirapuera em mais um local de referência do compromisso socioambiental que a população de São Paulo tanto almeja e precisa.
Por esses motivos, reafirmamos aqui nossa proposta de realização da Feira no Manequinho Lopes no Parque Ibirapuera e convidamos as pessoas sensíveis à causa ambiental a nos apoiar nesse propósito através de sua assinatura no avaz ou pelo e-mail: feiradoibirapuera@gmail.com


  
 AAO - Associação de Agricultura Orgânica
 ABD - Associação Biodinâmica
 ANC - Associação Natural de Campinas e Região
 MOA International do Brasil
 Instituto Kairós
 Slow Food

                   

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

NOSSOS PRODUTOS NO PARQUE IBIRAPUERA

Feira de Produtos Orgânicos e Agricultura Limpa será inaugurada
no Parque do Ibirapuera
Também estaremos presentes através da nossa Associação (ANC),
com produtos orgânicos certificados.

Alimentos orgânicos, agroecológicos, saudáveis e frescos, comercializados a um preço justo, aproximarão produtores e consumidores em Sâo Paulo. Iniciativa é uma parceria entre Associação de Produtores, Secretarias Municipais da Cidade de São Paulo.
 A Secretaria de Coordenação de Subprefeituras, através da Supervisão Geral de Abastecimento (Abast), em parceria com diversas Associações de Produtores, Secretaria do Verde e do Meio Ambiente inaugura a Feira da Agricultura Limpa e Produtos Orgânicos no Parque do Ibirapuera, a partir do dia 20 de outubro, sábado, das 7 às 13h. (ADIADA PARA O DIA 10 DE NOVEMBRO) - Veja Manifesto de Apoio neste Blog
A feira terá barracas representando aproximadamente 200 produtores, com os mais variados tipos de verduras e frutas, frango, cogumelos, grãos, sucos, caldo de cana, pães, bolos, geléias, açaí, sorvetes, castanhas e outras iguarias. O visitante poderá ainda desfrutar de um café da manhã sob as árvores e mudas do Viveiro Manequinho Lopes – com produtos totalmente orgânicos.
Além da diversidade de produtos de qualidade a preços justos, a feira aproximará produtores e consumidores, e será também um espaço para troca de informações sobre cultura, saúde e lazer.
A ação é acontece através da participação direta de diversas instituições da sociedade civil que trabalham no fomento à agroecologia, agricultura orgânica, biodinâmica e natural, consumo responsável, Economia Solidária e no apoio à Agricultura Familiar, entre elas a AAO - Associação da Agricultura Orgânica, ABD - Associação Biodinâmica, ANC - Associação da Agricultura Natural de Campinas, MOA internacional - Associação Mokiti Okada, Movimento Slow Food e o Instituto Kairós – Ética e Atuação Responsável.
Todos os alimentos comercializados são produzidos sem a utilização de agrotóxicos e adubos químicos (Programa Agricultura Limpa), e ainda ajudam a preservar os mananciais das Represas Billings e Guarapiranga, responsáveis pela produção de 30% do abastecimento de água da cidade. No município de São Paulo, todos os agricultores envolvidos na ação recebem a assistência técnica da Prefeitura e têm o selo “Guarapiranga Sustentável”, que garante boas práticas agrícolas.
Mais informações:
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/abastecimento/index.php?p=46390

SERVIÇO
FEIRA DE PRODUTOS ORGÂNICOS E AGRICULTURA LIMPA
Data: Sábados (a partir de 20/10/12)
Horário: 7h00 às 13h00
Local: Parque do Ibirapuera – Viveiro Manequinho Lopes, (entrada pelos Portões 7 e 7A, Av. Republica do Líbano)
ADIADA PARA O DIA 10 DE NOVEMBRO - Veja Manifesto de Apoio neste Blog
SECRETARIA DE COORDENAÇÃO DAS SUBPREFEITURAS
| ASSESSORIA DE IMPRENSA |
3106-4531 / 3105-6295 / 3101-5050 ramais 301 e 317

http://subprefeituras.prefeitura.sp.gov.br

sábado, 6 de outubro de 2012