quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Dica Orgânica - 14/12/2011



O tempo de calor e chuva intensifica a produção de mato e plantas espontâneas.
Para um produtor orgânico experiente, toda planta que nasce espontaneamente é um bio-indicador das características daquele solo.
Por isso, a observação e registro são exigências e, muitas vezes, um grande desafio.

Congresso Brasileiro debate agroecologia e produção orgânic

12 de dezembro de 2011 - 16:50h
Autor: Mapa - fonte: www.sonoticias.com.br

A Agroecologia e a Produção Orgânica estarão na pauta das discussões do VII Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA), de 12 a 16 de dezembro, em Fortaleza, no Ceará. A organização do evento aguarda mais de 4 mil congressistas para as palestras, debates, seminários e minicursos. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento vai participar dos debates do evento promovido pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA)

“É o maior fórum que temos pra discutir a Agroecologia pela visão acadêmica. É uma possibilidade enorme de conversar e ampliar a discussão com todo o setor”, afirma Rogério Dias, coordenador de Agroecologia do Ministério. Durante a programação do evento, representantes de vários ministérios vão debater as estratégias para a construção de uma política para envolver o setor público e privado. Além disso, será colocada em pauta a necessidade de se incluir a Agroecologia na grade das instituições de ensino.

Temas como “Sociedade e Segurança Alimentar: desafios para a Agroecologia”, “Políticas Públicas para a Agroecologia” e “Economia ecológica e ecologia política: contribuições para a Agroecologia” serão tratados nos paineis. Nesta segunda-feira (12), serão realizados 12 minicursos sobre agroecologia. Entre os assuntos das oficinas está o Sistema Agrossilvipastoril, também conhecido como Integração lavoura-pecuária-floresta, que busca alternar pastagem com agricultura e floresta em uma mesma área. Essa é uma das técnicas inclusas no Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC). O governo pretende aumentar a utilização do sistema em 4 milhões de hectares e evitar que entre 18 e 22 milhões de toneladas equivalentes de CO2 sejam liberadas.

Saiba mais

Produção Orgânica: Os alimentos orgânicos são produzidos baseados em princípios agroecológicos que contemplam o uso responsável do solo, da água, do ar e dos demais recursos naturais. Desde 1º de janeiro de 2011, todos os produtos comercializados como orgânicos são identificados pelo selo do Sistema Brasileiro de Conformidade Orgânica. O Ministério da Agricultura regulamenta e cadastra todos os produtores e já tem cerca de 15 mil agricultores de produção orgânica em seu banco de dados.

Em 2011 também foi registrado o primeiro produto fitossanitário para a agricultura orgânica, assinado pelo Ministério da Agricultura depois de uma análise em conjunto com os ministérios da Saúde e do Meio Ambiente. O Brasil deseja ser referência em produtos biológicos de controle de pragas e pretende montar uma delegação de especialistas para discutir o tema junto a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD, sigla em inglês) no próximo ano.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Confira a Programação de hoje na Feira


Limpador doméstico não agride o meio ambiente e nem a saúde do consumidor


Produtos de limpeza em geral são produzidos com ácidos e derivados de petróleo que agridem o meio ambiente e a saúde das pessoas. Pensando em minimizar esse problema, a Cassiopéia, empresa que produz produtos naturais, desenvolveu o BioWash Concentrado, um limpador biodegradável produzido com matérias-primas de fontes vegetais e não poluentes.
A linha de limpadores BioWash Concentrado foi desenvolvida com fórmula concentrada, pois dessa forma causa menos impacto ao meio ambiente tanto pela economia de embalagens plásticas, grande vilão ambiental quando descartadas no lixo, e economia com transporte, pois são embalagens menores do que de produtos diluídos. Além disso, por ser um produto natural, não é tóxico, não causa alergias e irritações na pele e sistema respiratório dos consumidores.
O BioWash Concentrado multiuso, como o nome já diz, tem várias utilidades dependendo da diluição do produto na água. Com diluição leve, por exemplo, pode ser usado em vidros, espelhos, azulejos e mármores. Com diluição média limpa cozinhas, banheiros, piso, carpete, parede, material esportivo e com diluição forte coifas, grelhas, churrasqueiras, máquinas e motores, entre outras. A embalagem contém 500 ml e está disponível nas fragrâncias menta, pinho & eucalipto e capim limão sendo este último a versão de Ph Neutro indicado para lavar louças e limpeza delicada, incluindo roupas finas e também automóveis.

Toda a linha de produtos de limpeza da Cassiopéia está na lista da Família Orgânica. Solicite aqui a lista e experimente os benefícios. 

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Palestra "Alimentos Orgânicos" na Unicamp

Você é nosso convidado para assistir a palestra " Alimentos Orgânicos" ministrada pelo Prof. Dr. Mohamed Ezz El Din Mostafa Habib no dia 22 de Novembro de 2011.




Data: 22 / 11 / 2011
Hora: 14:30 h
Local: Auditório da Biblioteca Central/UNICAMP


Inscrições abertas de 7 a 18 de novembro pelos telefones: (19) 3521-6427 ou 3521-6428 (das 11h00 às 19h00)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Toda sexta é dia de feira!!!

Feira de Produtos da Agricultura Familiar, da Economia Solidária e Orgânicos.
Horário: das 16 horas às 19 horas
Local: Cis-Guanabara (Estação Guanabara) R.Mário Siqueira, 829 - Botafogo - Campinas/SP
ESTACIONAMENTO GRATUITO NO LOCAL

quarta-feira, 26 de outubro de 2011


Governo pede à Fifa que dê prioridade a produtos orgânicos na Copa

  O governo está com contato com a Federação Internacional de Futebol (Fifa) para garantir que os produtos orgânicos ou com certificação de origem sustentável sejam priorizados nos estádios e eventos relativos à Copa do Mundo de 2014 – tanto os produtos a serem comprados pelos organizadores como os que serão colocados à venda para os torcedores.
    A informação foi dada pelo engenheiro Cláudio Langone, coordenador da Câmara Temática de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Copa do Mundo de 2014, em palestra durante o Encontro Brasileiro de Secretários de Meio Ambiente, que foi iniciado ontem e prossegue até o fim desta tarde, na Câmara.
     Langone afirmou também que, apesar de incipiente, a cultura da sustentabilidade já integra as obras dos estádios onde os jogos da Copa serão realizados.
      Por exigência do governo federal, todos os 12 estádios só poderão receber recursos doBNDES se obtiverem selo verde da construção. Langone disse que, no início, as construtoras se assustaram, mas logo perceberam que a certificação poderia trazer ganhos financeiros, como a redução de custos resultante do aproveitamento do entulho gerado pela demolição das antigas arenas.
      A coordenadora de Sustentabilidade dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, Judith Sykes, afirmou que o planejamento traz ganhos reais na execução das obras. Ela citou o caso do principal estádio da competição em Londres, cujas obras vão custar cerca de 1,5 bilhão de dólares, contra 14 bilhões de dólares do estádio usado em 2008 nas Olimpíadas de 2008 em Beijing, na China, que tem a mesma capacidade de público (80 mil pessoas).
Reportagem - Ana Raquel Macedo /Rádio Câmara
Edição - Wilson Silveira

domingo, 16 de outubro de 2011

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Confira as fotos da Premiação Primeiro Lugar de Responsabilidade Ambiental

 

Dercílio Aristeu Pupin, da Família Orgânica, recebendo o prêmio do presidente da Sanasa, Fernando Vaz Pupo
Foto dos premiados
Dercílio e Joel com a matéria premiada em primeiro lugar na categoria público-privado
Joel e Carlos, produtores rurais e parceiros da Família Orgânica com a matéria premiada
Aqui tem uma pequena parte da Família Orgânica

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Infomativo para a "Semana da Primavera"


Na próxima semana, devido ao feriado, não teremos entregas de produtos orgânicos.
Aproveitaremos a oportunidade para passar o dia das crianças com nossos filhos e permitir que nossos parceiros desfrutem do convívio familiar.
Muitos também comemorarão a Padroeira do Brasil.

Os direitos, a saúde e a religiosidade dos trabalhadores são aspectos essenciais dentro do sistema orgânico de produção.
Isso quer dizer que, para uma propriedade ser orgânica, não basta deixar de usar agrotóxicos, precisa também respeitar as necessidades de seus colaboradores e permitir que todo organismo agrícola seja vivo e saudável.

O testemunho dele tem aberto vários caminhos para a Família Orgânica e nos sentimos muito orgulhosos com essa parceria.

Confira ainda a entrega do Prêmio de Responsabilidade Ambiental, com o qual fomos agraciados nessa última semana.

Bom feriado e até a próxima semana!

Pupin
(19) 9714-5507
Thalita
(19) 9664.0422

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Assista o Chef de Cozinha José Barattino


Assista ao vídeo deste espetacular Chef José Barattino com o tema Valorizando do Pequeno Produtor

Parceiro da Família Orgânica na EPTV Sul de Minas

Produção de leite de cabra cresce em Minas Gerais
Assista ao vídeo direto na página da EPTV Sul de Minas. link: http://eptv.globo.com/emissoras/NOT,0,0,370343,Producao+de+leite+de+cabra+cresce+no+sul+de+Minas+Gerais.aspx
O produtor rural Tiago Litieri, que aparece no final da reportagem, tem sua propriedade em Cambuí / MG é um dos produtores assessorados pela Família Orgânica.




Prêmio Rac-Sanasa de Responsabilidade Ambiental 2011


Cerimônia de Entrega do
Prêmio Rac-Sanasa de Responsabilidade Ambiental 2011

Quando vejo grandes empresas como a RAC-SANASA promovendo ações que levam em conta o esforço de pequenos grupos como a Família Orgânica, imagino que também deve ter partido da iniciativa de uma pessoa ou de um pequeno grupo, que estruturou a idéia, articulou-se com outros e fez acontecer, vencendo vários desafios, seja dentro de cada empresa ou fora dela.
Vejo também que esse não é um movimento isolado, mas faz parte de um impulso cósmico por um mundo mais sustentável.
Não precisamos dizer que os paradigmas que até então fizeram sucesso, estão ruindo por todo o planeta e demandam uma nova forma de agir e pensar.
Nesse sentido, a Família Orgânica vem construindo parcerias com pequenos produtores, consumidores, chefs de cozinha, empresários, donas de casa, de restaurantes... pessoas como a gente, que estão em sintonia com esse movimento cósmico e que buscam se articular em favor de um mundo sem agrotóxicos e com muito mais saúde.
Ao nosso ver, isso é muito mais que cada um fazer a sua parte. É a certeza que estamos vivendo um movimento maior onde o próprio planeta está se mobilizando e pede a nossa sintonia.
Uma sintonia bem prática, de um novo modo de pensar, agir ou consumir.
Uma sintonia feita de parcerias em favor de todas as formas de vida; sem venenos, sem armas, sem o intervencionismo que marcou o nosso mundo até agora.
Uma sintonia de muito mais vida.
Uma sintonia com a água, com as sementes, com as aves, bichos e micro-organismos...
Uma sintonia com o sonho de cada pessoa.
Uma sintonia cada vez mais orgânica!
Obrigado a todos!

Sanasa e RAC entregam prêmios de consciência ambiental


....Como representante do projeto Família Orgânica, Dercílio Aristeu Pupin, recebeu o troféu ouro na categoria público e privado. “É um orgulho receber esse prêmio de duas grandes empresas, RAC e Sanasa, que reconhecem o trabalho realizado por pequenos produtores que trabalham em benefício de todos”, comentou ele.....
04/10/2011 - 17:29 - por Paula Ricoy 

Leia a matéria na íntegra no site oficial da Prefeitura Municipal de Campinas: clique aqui.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Aqui está a matéria premiada!



Saúde no prato,

no ritmo da natureza


Projeto Família Orgânica reúne produtores e difunde hábitos saudáveis ao mesmo tempo em que estimula o empreedorismo em sintonia com o meio ambiente

28/07/2011 - 08h34 . Atualizada em 28/07/2011 - 08h39
Fabiano Ormaneze  Agência Anhangüera de Notícias  


Os alimentos chegam às casas dos clientes em cestas, com o conteúdo delicadamente arrumado e como se o consumidor tivesse feito a feira naquele dia. Nos sítios, as pessoas trocam conhecimentos e produtos, além de difundirem hábitos de vida saudável, respeito ao meio ambiente, agricultura orgânica e empreendedorismo. Há seis anos, o projeto Família Orgânica congrega produtores rurais da região de Campinas preocupados com o futuro do planeta, a qualidade de vida da população e o desenvolvimento sustentável. Clique aqui para ler a matéria na íntegra


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Você recebeu um prêmio!




Temos a grande alegria de comunicar que a Família Orgânica ganhou o prêmio “Responsabilidade Ambiental”, promovido pela Rede Anhanguera de Comunicação.

Queremos agradecer seu apoio, o trabalho de cada um de nossos produtores e parceiros.
Para nós, esse é mais um incentivo para continuarmos produzindo e oferecendo saúde, harmonia com a natureza e com os seres humanos... enfim, respeito ao planeta de todos nós.
É ainda uma oportunidade para chegarmos até outras pessoas que não tem acesso ao mundo orgânico.

Dercílio Pupin


quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Por quê Sustentabilidade?


Para nós, FAMÍLIA ORGÂNICA, Sustentabilidade é uma palavra sagrada porque envolve e integra as mais variadas formas e caminhos nos quais acreditamos para a construção de um mundo diferente.
Quando falamos em “ações sustentáveis” nos remetemos a uma busca constante pela coerência ideal-ação. O único ser desse planeta que cria conceitos para não se destruir é o ser humano... minerais, vegetais e animais não precisam de tanta complexidade em idéias.
Nós sim. Precisamos de idéias que nos movimentem, conceitos que nos renovem, chamados que nos entusiasmem, reflexões que nos transformem. Assim, cada um de nós, da sua melhor forma, quer fazer diferença na vida e “ser a mudança que deseja ver no mundo” (parafraseando Ghandi).
Ao longo dos anos, desde que nasceu a Familia Orgânica, trilhamos diferentes caminhos nos quais sentíamos que nosso trabalho poderia fazer diferença. Começamos tomando a decisão de nos ligar mais ao campo e fomos morar na área rural. Ali começou a experiência de tudo aquilo que vínhamos lendo, estudando e sonhando: cuidar da terra, plantar e colher nosso próprio alimento, criar nossos filhos em contato com a vida em sua mais pura expressão.
Depois veio o incentivo aos vizinhos para cuidar sua terra e produzir seus alimentos. Logo os amigos e colegas de trabalho motivaram-nos para vender os excedentes dessas produções familiares sem-agrotóxicos. Nascia a Familia Orgânica. E por isso leva o nome de Familia, porque nossa vida foi se recheando de relações, amizades, contatos, vizinhos, amigos dos vizinhos, colegas, familiares... todos envolvidos ou interessados nessa prática sustentável, de olhar o futuro com a cor verde.
Ao longo do tempo surgiu o conceito de “parceria”, que não foi simples de criar, transmitir e viver. Uma relação social que exige troca, integração, ética, respeito, flexibilidade, responsabilidade. Uma relação que exige pensar COM o outro, com os grupos, com associações, com governos, com comerciantes, com produtores, com pragmáticos, com sonhadores, com a diversidade que somos. Depois descobrimos que a “parceria” é, para Fritjof Capra,  uma das cinco características básicas da Sustentabilidade. 
E nosso envolvimento com uma forma diferente de ver e viver foi se “des-envolvendo” em nós. Percebemos que cuidar da terra era só o começo de uma longa cadeia de compromissos humanos que precisávamos assumir: divulgar nosso aprendizado, motivar outros com a proposta, dar apoio àqueles que sentiam-se motivados a iniciar sua mudança desde seu próprio espaço de terra, buscar coerência nas pequenas ações que faziam parte da nossa rotina.  Esse foi um árduo caminho onde perdemos parceiros e projetos... mas, também, encontramos novos. Desenvolvemos trabalhos também em nutrição, terapias complementares e consultoria em empresas na área de desenvolvimento humano e organizacional.
Assim iniciaram-se as ações de estudos do meio para escolas, turismo rural, participação em eventos para maior divulgação da proposta, procura de novos parceiros-produtores, assessorias em chácaras e sítios, envolvimento com terapias naturais, profissionais de diversas áreas com o mesmo objetivo de vida: desde nutricionistas, arquitetos, acadêmicos, biólogos, engenheiros, estudantes, apoio a estagiários, participação em atividades de sindicatos rurais. O ciclo começou a ganhar uma dimensão maior que nosso sonho inicial. Já apoiávamos proprietários de terra que assumiam o compromisso com a agricultura orgânica, nos envolvíamos em produção, trabalhávamos em parceria, divulgávamos nossa proposta, ensinávamos nossas descobertas e estudos, divulgávamos e criávamos redes de apoio para os parceiros, transportávamos nossa vivência ao mundo corporativo... e encontrávamos novos amigos e parceiros que nos apoiavam e acompanham no suporte a novos cuidadores da terra (como gostamos de chamar aos proprietários de áreas rurais).
A vida da familia do campo foi preenchendo nossa vida. Suas dificuldades, dores, temores, incertezas, desconfianças... assim como suas alegrias, celebrações, devoções, encantamentos, festas e simplicidade. Queremos um dia poder apoiar ainda mais de perto essa dura vida do campo.
Esticamos nosso tempo para poder participar não só de ações interna, com clientes e parceiros, mas também de tantas quantas iniciativas nos convidavam ou interessavam. Assim, tivemos e temos orgulho de participar da Rede de Agroecologia da Embrapa e da Unicamp, mantemos contato com pesquisadores do IAC, participamos de eventos da área, levamos nossa experiência para quem está longe do campo, mas que almeja criar vinculo com ele: como alguns restaurantes e buffets de São Paulo.
Somos gratos a cada uma das pessoas que conhecemos nessa nossa história, e àquelas que ainda conheceremos. Somos gratos a cada oportunidade que surge de criar relações sustentáveis... relações comprometidas com muito mais que um resultado final, mas comprometidas sim com um caminho de aprendizado e crescimento.
Porque para nós Sustentabilidade é muito mais que "suprir as necessidades da geração presente sem afetar a possibilidade das gerações futuras de suprir as suas" como se falava em 1987; mas um novo modo de com ver, compreender e agir nas relações e no desenvolvimento nos tempos atuais. E assim, não só pela mão do homem, mas pela unidade de forças de todos os seres é que garantiremos o futuro de todos.

Maria Alejandra Alcalá
Terapeuta Social
Família Orgânica

Feiras Orgânicas



A Família Orgânica ajudou a organizar e já participou de várias feiras na região com o intuito de viabilizar o escoamento da produção de seus parceiros.

No momento, distribuímos nossos produtos apenas através do delivery, mas apoiamos outros produtores e feirantes que trabalham com produtos orgânicos.

Em Campinas, você pode encontrar as seguintes feiras:

Quarta-feira (manhã) - Bosque do Jequitibás (Av Aquidaban, centro)
Sexta-feira (das 16 às 19h) - Cis Guanabara (R. Mário Siqueira, 829 - Botafogo)
Domingo (manhã) - Parque Ecológico (saída para Sousas)

Em breve, estaremos participando da Feira no Parque Ibirapuera (SP) com os produtos da Associação de Agricultura Natural de Campinas (ANC).

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Cati promove 10° Semana de Agricultura Orgânica nesta quarta

Evento gratuito vai ter palestras, oficinas e minicursos
27/09/2011 - 10:02
Da redação EPTV.COM
A Cati (Coordenadoria Técnica de Assistência Integral), de Campinas, abre nesta quarta-feira (28) a 10ª Semana de Agricultura Orgânica, destinada a produtores e consumidores da região, que poderão participar gratuitamente de palestras, oficinas e minicursos.
O evento vai até sexta-feira (30) e, além das atividades que serão realizados no auditório da Cati, na Avenida Brasil, 2340, no Jardim Chapadão, os participantes vão visitar as feiras agroecológicas realizadas em Campinas.
Os alimentos orgânicos são ricos em nutrientes. Além disso, são identificados por um selo da certificadora que acompanha o processo de produção, garantindo sua origem, qualidade e responsabilidade socioambiental.
Informações pelo telefone (19) 3743-3875

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

A Família Orgânica está participando do Prêmio Ambiental


Prêmio ambiental celebra

as boas ações de

sustentabilidade


Criada há cinco anos, inciativa reúne o Grupo RAC e a Sanasa-Campinas


Parceria entre o Grupo RAC e a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S.A. (Sanasa-Campinas), o Prêmio de Responsabilidade Ambiental já entrou para a pauta de eventos da cidade. Por cinco anos consecutivos, a iniciativa das duas empresas possibilita que, durante a maior parte do ano, os leitores do Correio Popular possam conhecer, sempre às quintas-feiras, uma iniciativa de responsabilidade ambiental, realizada por empresas, instituições do terceiro setor ou voluntários. O principal objetivo, além de divulgar essas ações, é incentivar a criação de outras e homenagear quem desenvolve projetos de sucesso na área do meio ambiente, um dos grandes desafios contemporâneos. 



Leia a matéria na íntegra pelo link da RAC.comhttp://www.rac.com.br/institucionais/responsabilidade-ambiental/2011/09/08/96943/premio-ambiental-celebra-as-boas-acoes-de-sustentabilidade

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Estamos concorrendo ao Prêmio de Responsabilidade Ambiental


Temos a satisfação de informar que estamos concorrendo ao Prêmio de Responsabilidade Ambiental promovido pela Rede Anhanguera de Comunicação.
O resultado será divulgado no próximo dia 29. Contamos sua torcida, pois o prêmio também é seu!
Saúde no prato, no ritmo da natureza

Projeto Família Orgânica reúne produtores e difunde hábitos saudáveis ao mesmo tempo em que estimula o empreedorismo em sintonia com o meio ambiente.

Enquanto isso na roça... é grande a expectativa para o início das chuvas!
A terra está em pleno cio e as sementes preparadas para iniciar um novo ciclo de vida.
Nos campos de produção orgânica, muita vida ressurgirá e a maior esperança de nossos produtores é o equilíbrio do planeta e a saúde de sua família.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

"Júri avalia projetos de preservação" - entre eles está a Família Orgânica!


Júri avalia projetos

de preservação


Critérios para prêmio levam em conta pilares de sustentabilidade, conceitos da Agenda 21 global e recomendações da ONU

Desde o dia 24 de agosto, quando Correio Popular publicou a última reportagem do ano com os projetos que concorrem ao Prêmio RAC-Sanasa de Responsabilidade Ambiental, cinco jurados avaliam os trabalhos para escolher os que serão premiados como as melhores iniciativas de 2011. Os vencedores serão conhecidos no dia 28 deste mês e homenageados num evento no início de outubro. Haverá premiação para os três primeiros lugares em cada uma das duas categorias: Público/Privado e Terceiro Setor. Ao todo, 29 projetos estão na disputa.

Leia a matéria no portal da RAC.com.br 
http://www.rac.com.br/institucionais/responsabilidade-ambiental/2011/09/15/97823/juri-avalia-projetos-de-preservacao

Família Orgânica está entre as iniciativas


Em busca de um planeta

mais verde


Conheça as inciativas de responsabilidade ambiental que concorrem ao prêmio RAC-Sanasa


01/09/2011 - 08h43 . Atualizada em 01/09/2011 - 10h23

FAMÍLIA ORGÂNICA – Um grupo de 20 produtores rurais de Campinas se organizou numa associação para facilitar a produção e a venda de legumes e frutas sem agrotóxicos. Cerca de 200 itens estão disponíveis para a comercialização. A associação presta apoio a quem pretende produzir sem poluir solos e águas.

Acesse a matéria na íntegra pelo site da RAC:



sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Educação Ambiental para alunos da FEAGRI

Dercílio A Pupin coordenando a visita
No dia 14 de setembro os alunos da Feagri/Unicamp do Curso de Agroecologia estiveram no Sítio JB para conhecer uma propriedade rural orgânica certificada.

Os alunos se mostraram muito interessados no processo de produção orgânica e levaram bastante à sério a visita.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

3º Matutando


Durante o Sexta na Estação desta semana acontecerá o 3º Matutando trazendo o tema saúde para a roda de conversa. Contamos com a colaboração de todos para divulgar o evento entre seus contatos e aguardamos a sua presença:
Gostaríamos de convidá-lo para o Matutando “A saúde desde o início da vida: do parto à primeira papinha", no dia 16 de setembro, das 14h às 16h, no Cis-Guanabara, Rua Mário Siqueira, 829, Botafogo.
"Para mudar o mundo é preciso mudar a forma de nascer". Michel Odent 
O objetivo do encontro é refletir sobre a maneira que recebemos a criança desde o seu nascimento e como apresentamos o 'mundo' a elas. Estaremos nó,s adultos, respeitando seu desenvolvimento e oferecendo a elas o 'alimento' necessário?
Programação do Matutando “A saúde desde o início da vida: do parto à primeira papinha”:
1.  *  Abertura
2.  *  Exibição do vídeo “Sagrado”
3.  *  Palestra Leyla Cerasoli: o parto humanizado, o aleitamento e as primeiras papinhas!
4.  *  Roda de conversa
5.  *  Encerramento

Palestrante: Leyla Cerasoli (Psicóloga e Doula)
Coordenação: Marlene Schiavinato (IB/Unicamp)
Curadoria: Josely Rimoli (FCA/Unicamp)
Atenciosamente,comissão curadora do Matutando
Rede de Agroecologia da Unicamp (RAU)
www.cisguanabara.unicamp.br/rededeagroecologiadaunicamp
http://proj058redeagroecologiaunicamp.blogspot.com/



Feira “Pé na Roça” do dia 16 de setembro - Programação


Feira da Agricultura Familiar, de Economia Solidária e de Produtos
Orgânicos, direto do produtor!
Sexta feira, dia 16/09
14h às 16h : “Matutando” – Roda de Conversa: “A saúde desde o início da vida:
do parto à primeira papinha”
16h às 19h: “Pé na Roça”- Feira da agricultura familiar, de economia solidária e
de produtos orgânicos (Agricultores e artesãos da Rede de Agroecologia da Unicamp)
16h às 19h: “Trem Bão” – Show de música ao vivo
Local: Cis‐Guanabara (“Estação Guanabara”) R. Mário Siqueira, 829 – Botafogo
ESTACIONAMENTO GRATUITO NO LOCAL

Bom dia pessoal!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Como chegar no Sítio Terra Mãe?


As parcerias com o mundo acadêmico só estão começando!!


A Família Orgânica realiza atividades com escolas, faculdades e grupos de interesse nas propriedades parceiras.
Uma delas que está ocorrendo é em parceria com a UNICAMP – Faculdade de Engenharia Agrícola. No dia 14 de setembro teremos o primeiro encontro técnico no Sítio JB Orgânicos, sediado no subdistrito de Sousas, Campinas/SP e no dia 23 de novembro já está agendado a visita dos estudantes ao Sitio Terra Mãe  localizado no subdistrito de Joaquim Egídio, Campinas/SP.
Este projeto será realizado pela Kellen Maria Junqueira, pesquisadora da FEAGRI-UNICAMP,  que nos diz: “É uma ótima oportunidade que teríamos com esta visita de aproximar os alunos desta temática e destes agricultores e cativá-los (os alunos) a estarem desenvolvendo seus trabalhos e suas pesquisas voltadas a esta realidade e quem sabe até seu projeto integrado.
A proposta desta visita é que os alunos conheçam um pouco o que é agricultura orgânica, agroecológica e outras afins, saibam de sua realidade, de suas dificuldades e principalmente de suas demandas tecnológicas.


Certificação de Orgânicos


A Família Orgânica vem colaborando com a certificação de seus produtores parceiros através da UNIORG (um dos grupos de produtores rurais e colaboradores que integram a OPAC/ANC órgão do Sistema Participativo de Garantia, gestado de forma coletiva.
O resultado já tem alguns frutos bem saudáveis:
Como dito por Dercílio Pupin, fundador da Família Orgânica e um dos representantes da UNIORG junto a OPAC/ANC, “Tenho a satisfação de comunicar que os dois primeiros produtores de nosso grupo, Joel Barros de Carvalho e Francisco Carlos Viesi, acabaram de receber o selo Orgânicos Brasil. Parabéns aos proprietários dos sítios JB e Terra Mãe e a todos os participantes da UNIORG que fazem parte dessa história.”
O fruto mais saboroso nesse processo, porém não é selo, mas a troca de experiência entre os participantes e a possibilidade dos próprios consumidores acompanharem a produção mais de perto. 

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Novo Ano agrícola está chegando....


A nossa lista atualizada continua sendo enviada semanalmente aos clientes cadastrados.
São produtos orgânicos que podem ser entregues em seu endereço na próxima semana.
Damos as boas-vindas ao Flávio Orlandi, com as massas orgânicas artesanais.

O início de um novo ano agrícola está chegando.
Nossos produtores, assim como os agricultores de todo o Brasil, preparam suas terras para a entrada do calor e do plantio das culturas mais apropriadas para a época.
A busca e o desenvolvimento de sementes e mudas de qualidade, o cuidado com a microbiologia do solo, a captação de água, os quebra-ventos, a adubação verde e o cultivo de matéria orgânica, são alguns dos procedimentos que se intensificam no verão.
É a forma que nosso homem do campo tem para viver sua independência. E todos já sabem: só conseguimos bons resultados contando com a parceria dos consumidores, pesquisadores e outros tantos companheiros de caminhada que valorizam a agricultura familiar, livre de transgênicos e agrotóxicos.

Parabéns a você que faz parte desse universo e nos ajuda a construir um Brasil verdadeiramente sustentável.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Adubos Verdes nutrem melhor o solo

Leia a matéria publicada na Orgânicos em Revista.



Sítio Duas Cachoeiras e a Família Orgânica dão dicas para cuidar do solo 
com adubação verde e manter fertilidade sem agressão à natureza.

OELY - Massas Orgânicas Artesanais

Os novos produtos na lista da Família Orgânica!

Matérias-primas
            As Massas Orgânicas Artesanais Oely primam por uma qualidade irretocável das matérias–primas utilizadas na produção de suas massas. Essa qualidade se determina, por um lado, quanto à exigência de que tais matérias-primas sofram um mínimo de desvirtuação durante o processo de sua produção, e, por outro lado, que não haja nenhum acréscimo de quaisquer outras substâncias estranhas a elas próprias. Por isso, as massas Oely se põem ao lado das matérias-primas tomadas das produções orgânicas.

Produção artesanal
            As massas Oely são produzidas artesanalmente, o que pressupõe a presença do artesão acompanhando todo o processo de confecção das massas, cujo produto se dá em pequena escala. Dessa forma é possível assegurar um padrão de qualidade de sua produção que se assenta na leveza e na delicadeza de uma massa de textura e sabor suaves e aprazíveis.

Massas
            As massas Oely são produzidas com farinha de trigo integral ou branca acrescidas de ovos ou extrato de linhaça, todos de procedência orgânica, sem a adição de quaisquer outros ingredientes em sua composição. Usa-se água mineral e linhaça dourada como base para a obtenção do extrato de linhaça.
            As massas com linhaça são muito mais delicadas e suaves do que as massas com ovos. Seu tempo de cozimento é consideravelmente menor e não é possível demarcar um ponto de cozimento que possa ser dito “al dente”. Isto se dá devido às características da linhaça, que durante o cozimento deixa soltar aquela “goma” que lhe é característica. Por isso, o tempo de cozimento deve ser observado atentamente. Mesmo assim, caso permaneça alguma “goma” na massa após o escoamento da água de seu cozimento, basta passá-la rapidamente, ainda dentro da peneira, sob a água corrente de uma torneira.

·        Frescas
            As massas frescas não são pré-cozidas. Após serem moldadas e cortadas em um tamanho padrão, elas são postas para secar por alguns minutos, embaladas e refrigeradas. Sugere-se que as massas fresca sejam prontamente consumidas ou mantidas sob refrigeração por até 5 dias, para as massas com ovos, e por até 7 dias para as massas com linhaça. As massas frescas tendem a oxidar-se rapidamente devido a ausência de quaisquer ”conservantes”. A oxidação pode provocar um escurecimento e uma pequena alteração no sabor da massa, que podem ser detidos pelo seu congelamento. O modo de cozimento é exatamente o mesmo, tanto para a massa fresca como para a massa congelada: retirada da massa do refrigerador, imediata imersão em água fervente e contagem do tempo de cozimento sugerido.

·        Desidratadas
            As massas desidratadas são produzidas exatamente como as massas frescas e, ao invés de serem embaladas e refrigeradas, são postas em um desidratador para serem secas. O processo da secagem é feito naturalmente, sem nenhum tipo de intervenção, e consome pelo menos 2 dias inteiros.

Variedades
            Quanto aos formatos das massas, dispomos dos seguintes tipos de massas longas:

Capelli d’angelo
Massa extremamente delicada, geralmente usada em sopas.
Spaghetti
Massa correspondente ao “spaghetti nº 8”.
Spaghettoni
Massa mais encorpada do que o spaghetti.
Taglietto
Massa muito delicada, de pequena largura e espessura mais robusta.
Tagliatelle
Massa de largura e espessura mais robustas correspondente ao “talharim”.
Fettuccine
Massa em forma de fita, mais delicada do que o tagliatelle.
Fettucce
Massa delicada em forma de fita e mais larga do que o fettuccine.

Biomassa de banana



Útil para evitar cancer e regularizar os intestinos.

1. Escolha 3 bananas verdes.
2-Lave-as com uma pequena bucha limpando bem as cascas.
3-Numa panela comum coloque água até a metade do recipiente.
4-Feche a panela colocando uma tampa.
5-Ferva a água.
6-Ao atingir o ponto de fervura coloque as bananas, com casca e tampe a panela.
7-Mantenha o fogo alto por 5 min depois desligue a chama.
8-Mantenha as bananas , sem abrir a panela por mais 5 min.
9-Abra a panela e retire as bananas com auxilio de pegador.
10-Deixe-as resfriar na temperatura ambiente.
11-Posteriormente coloque na geladeira acondicionada.
12-Use semente de linhaça hidratada( Linhaça escura ou dourada)  coloque em um frasco 5 colheres das de sopa, de linhaça colocando água até cobrir as sementes, 2 cm acima, deixando hidratar por 12hs. repita o process quando necessário não mantendo a hidratação por mais de uma semana.
13-Pela manhã bata com água,  ou leite ,ou fruta, ou suco, 1/3 banana cozida sem tirar a casca e 1 colher das de sopa de semente de Linhaça.

receita da Marlene - Vinhedo/SP